Festa Marrom e Bege

Festa de 65 anos: cores elegantes e família reunida para comemorar o aniversário da Dona Helena

A festa de que eu mais gosto de preparar é aquela que acontece em casa.  A House Party tem um aconchego especial. Você escolhe os vasos e talheres do anfitrião, acomoda as comidinhas nos aparadores da sala, leva o som do quarto para o quintal e coloca todo mundo para trabalhar com você!

O aniversário de 65 anos da Dona Helena (veja os preparativos aqui) foi assim: uma reunião familiar íntima, cheia de delicadezas e gostosuras. Com um adendo principal: todos os filhos e netos reunidos. Só por este quesito a festa já teria sido um sucesso.

Instagram Matraqueando Silvia Oliveira

Elaborei um cardápio simples e fácil de comer. Veja:

Entrada

Mini Cuscuz Paulista (receita aqui)
Mini Escondidinho de Carne Seca
Verrine de Salada Caprese
Stick de queijo (queijo, azeitona e manjericão no palito)

Almoço

Carne recheada du Chef
Salada verde de agrião, rúcula, alface americana, nozes e gorgonzola
Arroz Branco aromatizado

Sobremesa

Tortinha de Limão no copo (receita aqui)
Brigadeiro de Colher (receita aqui)
Petit Verre Duo Morango (receita aqui)
Bolo Prestígio

Bebidas

Água
Refrigerante
Suco
Frisante

De todo o menu, compramos prontos apenas a Carne Recheada e o Bolo Prestígio. Os demais itens… fizemos todos. Coloquei o Raul para montar a Salada Caprese (azeitona preta, mussarela de búfala, manjericão e tomatinho cereja), a Luciana (funcionária da casa) ajudou a preparar os Sticks de Queijo e a desenformar o minicuscuz, a Dona Elza (uma das convidadas) ajudou com a louça na pia e a própria aniversariante foi minha assistente o tempo todo. =)

Preparei os doces de copo e o escondidinho no dia anterior.  Uma hora antes do almoço começar oficialmente levei o escondidinho para gratinar. Acertei em cheio a receita que ficou di-vi-na!

Eu mesma fiz os arranjos de flores. Não é minha especialidade, eu sei. Ser florista é uma arte avançada. Mas estou treinando. Comprei gérberas e astromélias. Peguei os vasos da casa e distribuí os arranjos pelos aparadores.

Acomodei o minicupcake de chocolate em colheres de porcelana, o que deixou a mesa mais elegante.

As lembrancinhas foram distribuídas harmonicamente na mesa dos doces: água decorada, bombons encapados e brigadeiro mole de amêndoa em vidrinhos.

Só nos restou comer muito!!! Rá! =)

Fotos: Raul Mattar

Instagram Matraqueando Silvia Oliveira

Preparativos da festa de 65 anos da Dona Helena: cores marrom, bege e caramelo

Foi o pedido mais especial do ano: organizar a festa de 65 anos da Dona Helena, minha sogra querida, uma das pessoas mais iluminadas que conheci na vida.  Costumo brincar que eu largo do meu marido, mas não largo dela!

A reunião aconteceu na casa dos meus sogros, em Maringá. Um evento íntimo para não mais de 20 pessoas. A Dona Helena tem um gosto muito apurado, um enorme senso estético e é muito discreta.

A orientação dela foi apenas que eu fizesse aquelas “coisinhas bonitas e gostosas” de sempre. A ideia era reunir os amigos e familiares mais próximos para comemorar a data com um jeito charmoso e afetivo.

Partindo dos gostos pessoais da aniversariante, trabalhei com três cores em papéis e fitas: marrom, bege e caramelo, este num tom abaixo do dourado para sofisticar os itens.

Definida a paleta de cores, comecei a elaborar alguns dos itens – como água personalizada e copinhos de doces. Para água usei a técnica de sempre.

Já os copinhos acomodei em forminhas de doces para criar uma base-flor nas tacinhas que receberam o brigadeiro mole. Colei a base do copinho na forma com cola quente.

As colherzinhas foram adornadas com lacinhos de cetim. Também fiz toda a identidade visual da mesa dos doces com o nome da aniversariante (mas não tirei fotos dos preparativos destas peças, publico no próximo post já com a mesa montada).

O Petit Verre, este fofo copinho de vidro, é uma sensação na mesa de doces. Eu compro na loja Barra Doce em São Paulo ou pelo site da Arte Nostra. Só o vidrinho em si já é lindo. Mas eu costumo enfeitá-lo com fitinha de cetim nº zero e uma rosinha para dar o acabamento.

No almoço, que aconteceu há duas semanas, fiz escondidinho de carne seca e stick de queijo como entradinhas, verrine de salada caprese, entre outras gostosuras. Na mesa de doces, brigadeiro de colher e tortinha de limão no copo.  No próximo post mostro o cardápio e a festa montada. Inté!

Fotos: Sílvia Oliveira